terça-feira, 23 de agosto de 2011

muito prazer meu nome é poesia



agora que as palavras escorrem entre meus dedos e provocam ainda mais teus medos foto grafo folhas semi-mortas e essa coisa torta que me corta feito faca deixo ferir deixo sangrar deixo matar o amor que por acaso me cortou sem saber o bem que me fez e quis fosse ao menos pelo prazer deste poema que agora fiz

arturgomes

Um comentário:

  1. Foto grafo
    folhas semi-mortas

    Mais uma folha prestes a cair
    no meio de tantas já mortas
    e depois de tantos sóis
    mais uma folha que cai

    Um abraço

    ResponderExcluir